democracia

No dia da eleição TRE contará com mais de 18 mil colaboradores

A maioria é mesários. Para trabalhar como mesário no dia 15 de novembro é preciso que o eleitor seja convocado pela Justiça Eleitoral

23/09/2020 14h43Atualizado há 4 semanas
Por: Redação
36

Para as Eleições Municipais 2020 o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) contará com a participação de mais de 18 mil colaboradores atuando nos 139 municípios do estado. Os mesários representam a grande maioria, com 13.820 pessoas distribuídas nas 3,4 mil seções eleitorais do Tocantins. 

Para trabalhar como mesário no dia 15 de novembro é preciso que o eleitor seja convocado pela Justiça Eleitoral, independente de ter se voluntariado ou não. As cartas de convocação são encaminhadas pelos cartórios eleitorais por e-mail e WhatsApp, além de contato telefônico. Após receber este comunicado, o cidadão precisará validar a convocação no Portal do Mesário  em até três dias úteis.

Cada seção conta com uma mesa receptora de votos, composta por quatro colaboradores que desempenham as funções de presidente, 1º e 2º mesários e 1º secretário. Os Editais com as nomeações de cada seção eleitoral, com as respectivas funções, já foram publicados no Diário da Justiça Eleitoral. 

Treinamento

Em razão da pandemia de Covid-19, o treinamento para os mesários será realizado preferencialmente pela modalidade à distância (Ead). Para participar do curso, o cidadão precisa ter sido previamente convocado pelo cartório eleitoral e ter recebido na sua carta de convocação as instruções para o treinamento que será por aplicativo da Justiça Eleitoral, que podem ser baixados nas lojas virtuais Apple Store e Google Play.  Além deste poderá haver a convocação para treinamento presencial ou por videoconferência.  Nestes casos, a carta de convocação também apresentará as informações como local, data e horário.

Vantagens

Além de contribuir com o processo democrático do país, há diversos benefícios para o mesários, dentre eles: direito a dois dias de folga por cada dia trabalhado e de treinamento, sem perder o salário; em caso de empate em concurso público, o mesário pode ter vantagem, se o edital prever esse critério; no dia da eleição, ele recebe auxílio-alimentação no valor máximo de R$35,00 (Portaria TSE nº 377, de 22 de maio de 2019).  E caso o mesário esteja na universidade, pode validar o serviço como horas complementares.

Em 2020, o TRE-TO recebeu 4.420 novas inscrições de mesários voluntários, o que corresponde a mais que o dobro de novas inscrições realizadas em 2016, também ano de eleição municipal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.