em palmas

Candidata à reeleição, Cinthia Ribeiro, defende fortalecimento do programa habitacional

Segundo a assessoria da candidata, ela entregará cerca de 3.500 casas em sua gestão e promete construir mais 4 mil moradias

27/09/2020 23h23Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
23

A candidata à reeleição em Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB) propõe o fortalecimento do Programa Habitacional na Capital e incentivos fiscais e destinação de terrenos para atender servidores públicos – municipal, estadual e federal –dos grupos 2 e 3, renda familiar de no máximo R$ 7 mil. “A moradia é prioridade, um abrigo seguro, um lar digno e um endereço para chamar de seu, todo palmense tem que ter sua casa. Nos preocupamos em entregar casas e apartamentos com bom acabamento e condições de oferecer todo conforto”, frisa a Prefeita Cinthia.

Prefeita Cinthia propõe a criação de um condomínio destinado a atender pessoas idosas, assegurando não apenas um abrigo, mas uma moradia que proporcione qualidade de vida, com condições para garantir saúde, cultura e lazer. E a gestora também ressalta no seu Plano de Governo que, firmará parcerias com universidades e conselhos de arquitetura e urbanismo e conselho de engenharia, para criar um programa de assistência técnica para famílias de baixa renda.

Segundo a assessoria da candidata,  ela entregará cerca de 3.500 casas em sua gestão, em menos de três anos e que a meta é construir mais 4 mil moradias.

Moradias 2018 a 2020

Segundo  a assessoria de comunicação, de 2018 até agosto de 2020, a Prefeita Cinthia concluiu 1.920 moradias e até o final deste ano serão entregues mais 1.512 moradias, que já estão sendo concluídas. Foram investidos: R$ 255,429 milhões, que atenderam 20% do déficit habitacional de Palmas que é de 18 mil famílias.

Para a Prefeita Cinthia, habitação envolve muito mais que apenas a moradia e, por isso, também garantiu às quadras onde foram construídas as casas e apartamentos, pavimentação asfáltica, drenagem pluvial, rede de distribuição de água e energia, coleta de esgoto, sinalização viária e calçadas com rampas, além da iluminação pública em LED.

As unidades habitacionais entregues foram a Palma Vertical Residence North I e II; Residencial Parque da Praia - prefeitura concedeu isenções de tributos-; Residencial Leblon; Residencial Barra da Tijuca; Recanto das Araras I e Jardim Vitória I.

Até final de 2020 serão entregues o Recanto das Araras II, com 500 casas; o Jardim Vitória I, com 500 casas; o Residencial Santo Amaro, com 240 apartamentos; o PAC Meta 1 (128 unidades e o PAC Meta 4 (144 unidades).

 Propostas para Habitação:

- Construir mais 4 mil novas unidades habitacionais a partir de 2021 através do Programa Casa Verde e Amarelo do Governo Federal;

- Firmar parcerias institucionais para fortalecer o trabalho social realizado junto as famílias do Programa Habitacional;

- Implementar, em parceria com universidades e conselhos de arquitetura e urbanismo e conselho de engenharia, programa de assistência técnica para famílias de baixa renda;

- Criar, em parceira com o Governo Federal, o Programa de Reforma e/ou Ampliação, de forma a combater o déficit habitacional qualitativo;

- Promover incentivos fiscais e a destinação de terrenos para atender, preferencialmente, os servidores públicos que residem em Palmas, atuem nas esferas municipal, estadual e federal, e se enquadrem aos grupos 2 (renda familiar de R$ 2 a R$ 4 mil) e 3 (renda familiar de R$ 4 mil a R$ 7 mil) do Programa Casa Verde e Amarelo;

- Construção de um condomínio destinado a atender pessoas idosas, assegurando não apenas um abrigo, mas uma moradia que proporcione qualidade de vida, com condições para garantir saúde, cultura e lazer.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.