ASSÉDIO

Juíza federal e oficial dos bombeiros palestram sobre crimes de assédio entre militares

O evento é nesta quinta-feira (19) pela plataforma de eventos da UFT

19/11/2020 06h37Atualizado há 7 dias
Por: Redação
83
Tcel Camila Paiva e Juíza Mariana Aquino
Tcel Camila Paiva e Juíza Mariana Aquino

Nesta quinta-feira (19), às 19h, pela plataforma de eventos da UFT, acontece o webnário (seminário online) que discutirá o tema “Reflexões sobre o assédio sexual na administração pública, instituições de segurança pública e forças armadas”.

A juíza federal da Justiça Militar, Mariana Aquino, e a tenente coronel do Corpo de Bombeiros do estado de Alagoas, Camila Paiva, irão falar sobre o tema. O evento tem a organização da Universidade Federal do Tocantins.

As duas palestrantes foram ouvidas nesta quarta-feira (18) pelo programa Radiall, da Nova FM. Elas reforçaram a necessidade de aprofundar as discussões sobre o tema, haja vista a quantidade de registros de assédio (moral e sexual) entre integrantes do sexo feminino das corporações em todo o Brasil.

Elas citaram questões como o regime disciplinar das forças de segurança, que comprometem, por vezes, o fluxo das denúncias. “Boa parte das assediadas prefere segurar para si, por temer as consequências”, disse Camila Paiva, que foi uma das fundadoras do Comitê Nacional de Bombeiras Militares e continua desenvolvendo seu trabalho nessa área por meio das redes sociais de palestras em todo país.

A juíza Mariana Aquino acrescenta que houve uma importante mudança legislativa em 2017 que possibilita a justiça militar processar e julgar os crimes previstos no Código Penal Comum. “Antes só poderíamos processar e julgar os crimes previsto no Código Penal Militar, que é de 1969, e não prevê uma série de crimes”, informa a magistrada.

O webnário é aberto a toda a comunidade e pode ser acompanhado pelo portal da Universidade Federal do Tocantins.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.