agro

Empresas agroindustriais tocantinenses avançam no processo de expansão comercial de seus produtos

Medidas adotadas pela Adapec estão contribuindo para o crescimento deste setor no Tocantins

08/06/2021 15h40
Por: Redação
40

O processo de agroindustrialização do Estado vem avançando, com o apoio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), que permite novas modalidades de adesão ao serviço oficial de inspeção, possibilitando a expansão da comercialização dos produtos nos mercados interno e externo. Recentemente, a Agência concedeu selos de adesão a três empresas no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos e Insumos Agropecuários (Sisbi), no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) e no Selo Artesanal.

Segundo o presidente da Adapec, Paulo Lima, a desburocratização dos serviços na Agência está facilitando a abertura de novas agroindústrias e, consequentemente, a migração daquelas que já estavam no SIE para o Sisbi, abrindo assim a possibilidade de comercialização dos produtos para todo o país.

Sisbi

Nesta segunda-feira, 7, a Adapec habilitou mais uma empresa ao Sisbi, no segmento de laticínio, no município de Colmeia, na região central do Estado. Com isso, chega a três o número de empresas com adesão ao Sisbi só este ano, somando 10 agroindústrias ao todo.

No mercado de laticínio desde 2001, no município de Colmeia, região centro-oeste, do Estado, o empresário Carlos Magno Martins Leal, proprietário do Laticínio Pureza, disse que está apostando na ampliação e na expansão da comercialização dos seus produtos com a nova adesão ao Sisbi.

“Planejamos a empresa para que ela fosse crescendo aos poucos, degrau por degrau e entendemos que agora é hora de darmos um passo adiante em busca de segurança e a estabilidade nas vendas. Por isso, aderimos ao Sisbi e vamos iniciar, a partir de agora, visitas aos mercados dos estados vizinhos”, contou Carlos Magno.

Selo Artesanal

Outra modalidade do serviço de inspeção, o Selo Artesanal ganhou a sua primeira adesão no segmento de produtos lácteos, trata-se de uma pequena empresa, a Natubem, situada no município de Combinado, na região sul do Tocantins.

O gerente de inspeção animal da Adapec, Antônio José Caminha, disse que a adesão ao Selo Artesanal é um importante meio para que as pequenas agroindústrias possam sair da clandestinidade e se regulamentar perante o órgão oficial, pois as exigências de equipamentos, estrutura e documentação são bem mais simples para quem se enquadra nesta categoria.

O Selo Artesanal permite, ao empresário, comercializar seus produtos no mercado formal, aderir a linhas de créditos, financiamentos e dar garantias de segurança alimentar ao consumidor que adquirir este produto, que será produzido dentro das condições sanitárias atestadas pelo Estado.

“A partir de agora, com a adesão ao Selo Artesanal, queremos ampliar nossas vendas tanto para o mercado local quanto para a região e também fornecer, por meio do Compra Direta, nossos produtos para as escolas com o retorno das aulas presenciais”, disse uma das sócias da Natubem, Fidelice Ferreira Lima.

SIE

Já o SIE recebeu a adesão de uma nova empresa que está instalada no município de Santa Terezinha, na região norte do Tocantins, trata-se do laticínio Hojuara, que inicia suas atividades no Estado, com a geração de 31 empregos diretos e com capacidade de processamento de 40 mil litros de leite ao dia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.