volta às aulas

Estudo revela que Palmas apresenta melhor plano de retorno às aulas entre as capitais brasileiras

Estudo avaliou diversas categorias das propostas apresentadas pelos governos para receber os alunos e profissionais após suspensão causada pela pandemia da Covid-19

13/07/2021 22h15
Por: Redação

O Índice de Segurança do Retorno às Aulas Presenciais (ISRAP), da Rede Pesquisa Solidária, aponta que Palmas tem o melhor Plano de Reabertura das Escolas, após suspensão causada pela pandemia da Covid-19, entre as capitais brasileiras. Com 74,2 pontos, a capital do Tocantins lidera o ISRAP, seguida de Porto Alegre com 72,7 pontos e Recife com 72,2 pontos. O estudo foi divulgado no dia 9 de julho deste ano e avaliou as seguintes categorias: máscaras, ventilação, imunização e testagem, pontos classificados de alta complexidade; transporte, ensino remoto, distanciamento físico e higiene, classificados como média complexidade.

No cenário geral, Palmas alcançou uma nota maior que dos estados da Região Norte, onde Acre teve a pontuação de 70,4; e ficou à frente do governo federal, que teve nota 40,6. Conforme o estudo ISRAP, somente 56% das capitais e 49% dos estados apresentaram planos estruturados de retomada das aulas presenciais. Os dados analisados pela Rede Pesquisa Solidária foram coletados entre 1° de janeiro e 21 de junho deste ano.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Palmas, por meio do Plano de Retomada das Aulas 2021, está organizando as escolas e os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) para o retorno das aulas em formato híbrido, on-line e presencial, mas a liberação dependerá do cenário epidemiológico e da aprovação dos órgãos de saúde. “Com a vacinação dos profissionais da Educação sentimos mais segurança para um possível retorno presencial, de forma híbrida. O foco da secretaria é na aprendizagem dos alunos, além de investir em tecnologias que possam auxiliar na oferta de um ensino de qualidade”, destaca a secretária municipal de Educação, Cleizenir dos Santos.

A gestora da pasta frisa que escolas e Cmeis estão há mais de um ano se organizando e se adequando aos protocolos sanitários para receber os alunos e profissionais de forma segura. “Sobre a pesquisa, estamos felizes em ver que os esforços dos profissionais da educação em seguir todas as recomendações dos órgãos de saúde nos permitiram conquistar esse destaque”, pontua Cleizenir.

Palmas conta com 42.128 alunos matriculados na rede municipal, no primeiro semestre letivo, distribuídos em 78 unidades educacionais.

Plano na prática

A Rede Pesquisa Solidária destaca no estudo que a subdivisão de turmas em bolhas que se alternam nas frequências à sala de aula é uma ferramenta eficiente para o isolamento de contatos em casos de surtos e na redução da ocupação dos espaços. O Plano de Retomada das Aulas 2021 prevê a divisão dos estudantes e das crianças em dois grupos, sendo que o Grupo 1 será composto pelos primeiros nomes da lista de chamada, organizada em ordem alfabética, e terá aulas presenciais durante uma semana, enquanto o restante dos alunos fará aulas on-line. Na semana seguinte, o Grupo 2, composto pelos demais alunos, terão aulas presenciais e o Grupo 1, aulas on-line.

As unidades educacionais de Palmas terão horários diferenciados para entrada e saída dos estudantes e, também, para o lanche. Serão disponibilizados dispensadores com sabonete líquido nos banheiros e com álcool em gel nos pontos de maior circulação de pessoas. Nas entradas das escolas foram instalados pia e totem de acionamento por pedal para higienização das mãos com água e sabão e/ou álcool em gel, bem como tapetes sanitizantes nas portas que dão acesso à parte interna das unidades educacionais.

Na entrada do ambiente escolar e a cada duas horas de permanência no ambiente, alunos e profissionais de educação terão a temperatura corporal aferida, por termômetro infravermelho. O uso de máscaras será obrigatório e todos os profissionais receberão equipamentos de proteção individual (EPIs). A desinfecção e higienização nas unidades educacionais serão diariamente.

“Com a pandemia, a rede municipal ofertou as aulas de forma remota, por meio da ferramenta Palmas Home School, além dos blocos de atividades impressos, os guias de aprendizagem, e teleaulas, tornando o ensino mais acessível para todos. Neste primeiro semestre de 2021, as unidades educacionais promoveram aulas pelo google meet, além das atividades pela ferramenta Palmas Home School”, finaliza a secretária.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.