operação

Polícia Civil do Tocantins prende 10 pessoas durante Operação Acalento

Cerca de 525 vítimas foram atendidas durante ação de combate a crimes de violência contra crianças e adolescentes

16/07/2021 15h25Atualizado há 1 semana
Por: Redação

A ação integrada, que teve início em junho, faz parte de uma operação inédita, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), com o objetivo de combater crimes de violência contra crianças e adolescentes nos 26 estados e no Distrito Federal.

“No decorrer da Operação Acalento, foi possível confirmar que a maioria dos crimes não são cometidos por estranhos, mas sim por familiares e pessoas próximas às vítimas. Nesse sentido, a Polícia Civil orienta a toda população que denuncie qualquer suspeita de crime praticado contra criança e adolescente e informa que as ações de combate às infrações desta natureza continuam”, ressalta a delegada Daíse Rodrigues.

Durante a operação, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) realizou 989 visitas e diligências policiais, atendeu 525 vítimas, instaurou 136 inquéritos policiais, sendo que 144 já foram concluídos, 47 medidas protetivas solicitadas, dez prisões e cinco mandados de prisão.

Os números são resultados da força-tarefa realizada no período de 4 de junho a 16 de julho, que contou com o efetivo de 88 policiais em atividades de investigação em 34 municípios do Estado do Tocantins.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.