oportunidade

Dia do microcrédito é comemorado em Gurupi com palestra para microempreendedores

Foi ministrada uma palestra com o tema: Crédito Consciente, na qual foram explanados temas voltados para o desenvolvimento de uma empresa, dentre eles o marketing; o planejamento, finanças e fontes de recursos.

20/07/2021 22h18
Por: Redação

A Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, o Sebrae e o Banco da Amazônia se uniram com o objetivo de fortalecer a economia dos pequenos negócios em Gurupi. E para isso promoveram um encontro para os microempreendedores locais e também para aqueles que têm o desejo de empreender.

Os participantes assistiram a uma palestra com o tema: Crédito Consciente, na qual foram explanados temas voltados para o desenvolvimento de uma empresa, dentre eles o marketing; o planejamento da empresa para buscar crédito; finanças; e fontes de recursos. Além disso, representantes do Banco da Amazônia levaram informações sobre o programa de Microfinanças Amazônia Florescer, que tem como objetivo ofertar aos empreendedores formais e informais uma linha de crédito que vai de R$ 300,00 a R$ 21 mil e, na ocasião, já iniciaram o processo de captação dos interessados aptos a receberem o crédito.

Segundo o Coordenador de Microfinanças do Banco da Amazônia em Gurupi, Edson Gabriel de Souza, o intuito é dar acesso ao crédito para a formação de novos empreendedores e, para aqueles que já são, poderem aumentar seus negócios. “A intenção do nosso projeto é conscientizar a todos os empreendedores, tanto formais quanto informais, que eles têm esse acesso ao crédito, um crédito fácil, sem burocracias e orientado. Hoje é um dia muito importante e contamos muito com o apoio do Sebrae e da Prefeitura para dar acesso a esses clientes, para o banco chegar até essas pessoas que precisam desse recurso”, disse. 

“Nós falamos sempre que a nossa gestão é feita de parcerias, porque sozinhos não podemos alcançar um resultado positivo. Hoje estamos com o Sebrae e Banco da Amazônia, somando esforços em prol da nossa comunidade empreendedora. A prefeitura contribui com a formação de novos empreendedores, por meio da Sala do Empreendedor, o Sebrae com o processo de capacitação de novos empreendedores e o Banco da Amazônia nos trouxe uma proposta de crédito facilitado. Um dos principais focos da nossa gestão é gerar emprego e renda, e para isso estamos criando alternativas para ajudar a nossa população”, declarou a prefeita Josi Nunes.

“Muitos créditos estão sendo liberados, mas nas mãos de poucas pessoas, não está sendo pulverizado. O microcrédito e a parceria com o Amazônia Florescer está liberando essa oportunidade para muitos microempreendedores, e esse é o diferencial, muitas pessoas sendo ajudadas neste momento crítico em que estamos, muitas pessoas precisam de um microcrédito para não fechar a sua empresa. Ficamos muito felizes com essa parceria, são três entidades juntas buscando a retomada da economia, focadas nos pequenos negócios da nossa cidade”, disse a diretora regional do Sebrae, Paula Alencar.

O senhor Ademar Alves do Nascimento, que é feirante, agradeceu aos envolvidos pela oportunidade. “Preciso desse crédito porque sou feirante e preciso comprar matéria prima para trabalhar. Agradeço a prefeitura por essa parceria, que vai nos ajudar cada vez mais, para que possamos adquirir uma condição de vida melhor”, disse.

O encontro, que também comemorou o Dia do Microcrédito, foi realizado na manhã desta terça-feira, 20, no auditório do Centro de Convenções Mauro Cunha.

Também participaram do encontro o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Gurupi, Pedro Dias; a Diretora Técnica do Sebrae, Eliana Castro; o Gestor de Políticas Públicas do Sebrae, Thiago Milhomem; o palestrante do Sebrae, Francisco Ramos; e os vereadores André Caixeta, Davi Abrantes, Ivanilson Marinho, César da Farmácia, Débora Ribeiro e Matheus Monteiro.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.