obras

Com a presença de representantes do TO e Go contrato de concessão para a exploração da rodovia BR-153 é assinado

A prefeita de Gurupi, Josi Nunes, participou da solenidade e fez uso da palavra representando todos os prefeitos do Estado.

01/10/2021 16h18
Por: Redação

Na manhã desta sexta-feira, 1º, em Anápolis foi assinado contrato de concessão para a exploração da rodovia BR-153/414/080/TO/GO entre a Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) e a concessionária Ecovias do Araguaia, que tem validade de 35 anos. O trecho é a principal ligação dos estados: Tocantins, Maranhão, Pará e Amapá com a região centro-sul do país.

O projeto prevê a duplicação da rodovia a partir de Aliança do Tocantins até Anápolis (GO).

A prefeita de Gurupi Josi Nunes, representando todos os prefeitos dos municípios do Tocantins, fez uso da palavra e destacou que um dos grandes desafios para o desenvolvimento do Brasil é em relação à logística, que tem como gargalo os modais de transportes. “É importante que o Brasil integre todos os modais. Hoje estamos aqui num momento histórico da assinatura do contrato de concessão dessa BR 153. É uma luta histórica, é um sonho antigo do Tocantins e Goiás”, destacou.

A Prefeita também enfatizou que essa obra vai melhorar o tráfego, vai promover segurança, diminuir os acidentes, além de impulsionar o desenvolvimento. “A BR 153 é a espinha dorsal do Brasil, ligando o Norte ao Sul do Brasil”, ressaltou.

Para o governador Mauro Carlesse, a duplicação trará mais segurança, economia, emprego e desenvolvimento. “No Tocantins, o agronegócio cresce a cada dia, o que nós temos que fazer agora é levar as indústrias, e a facilidade de ter uma estrada duplicada vai nos ajudar a levar os empresários a fazerem seus investimentos no Estado. E temos um outro projeto que é continuar a duplicação de Aliança até Aguiarnópolis. Então, hoje é um dia de alegria", destacou o Governador.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que a rodovia BR-153 será modernizada e compatível com a grandeza do Tocantins e de Goiás. Destacou que o Ministério trabalha para duplicar mais trechos na BR-153 aproveitando o excedente financeiro gerado pela concessão.

Início das atividades

 O início das atividades operacionais da EcoRodovias está previsto para abril de 2022 com prestação de serviço de socorro médico e mecânico, sendo 20 ambulâncias e 14 guinchos disponíveis em 19 bases alocadas ao longo da BR-153. Em outubro de 2023, iniciam as obras de macro infraestrutura como duplicação, pontes e passarelas. A estimativa do Governo Federal é de que sejam gerados 14 mil postos de trabalho nos estados de Goiás e Tocantins, ao longo do período de concessão.

A empresa Ecovias assume o compromisso de investir R$ 7,8 bilhões em obras, além de outros R$ 6,2 bilhões relativos a custos operacionais. A estimativa é que sejam gerados aproximadamente 120 mil novos empregos diretos, indiretos e efeito-renda.

Projeto

 Segundo o contrato, o projeto prevê a implementação de faixas adicionais, vias marginais, dispositivos de interconexão em desnível, passarelas de pedestres, passagens inferiores, iluminação nas travessias urbanas e nas vias marginais, dentre outras melhorias. Também estão previstos os atendimentos médico e mecânico 24h ao usuário que utilizar a via. (Com informações do portal Estradas e Secom/TO).

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.