valorização

Deputado Prof. Júnior Geo cobra extinção do cargo de soldado 2º Classe da PM e Bombeiros

Geo destaca que o atual governador em exercício em a oportunidade de fazer diferente e valorizar os servidores públicos

11/11/2021 21h02
Por: Redação

O deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) tem cobrado durante as sessões ordinárias na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), a extinção da 2ª Classe de soldado da Polícia Militar (PM/TO) e Corpo de Bombeiros (CBMTO). A Medida Provisória foi votada em outubro de 2020 com voto contrário do Professor Júnior Geo.

Geo destaca que o atual governador em exercício, Wanderlei Barbosa (sem partido), tem a oportunidade de fazer diferente e valorizar os servidores públicos. “Houve uma subvalorização com o concurso da PM. Esperamos que o soldado 2ª Classe seja extinto e que todos iniciem conforme se encontrava a carreira anteriormente a essa lei que foi votada e aprovada na Assembleia com meu voto contrário. Nossa expectativa é que o governador possa promover uma ação efetiva, diferente e de valorização do servidor público”, pontuou.

Entenda

O Executivo apresentou em outubro de 2020, a Medida Provisória 22/2020 que altera a Lei 2.578, de 20 de abril de 2012, que dispõe sobre o Estatuto dos Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Tocantins, bem como a Lei 2.575, de 20 de abril de 2012, e a Lei 2.665, de 18 de dezembro de 2012, que tratam das promoções da corporação, com destaque para a graduação de soldados 1ª e 2ª Classes no círculo de praças.

A Lei Ordinária nº 3.731 altera a composição da graduação de "Soldados", bipartindo-a, ou seja, o segmento passa a integrar as categorias de soldados de 1ª e 2ª classes, mantendo os atuais ocupantes nas mesmas condições, mas sob a nova denominação de "soldado de 1ª classe".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.