Música

Gravações do Carta de Amigos, de Chico Chokolate, Dorivã e João Bolo, começam no dia 21

Projeto foi aprovado na Lei Aldir Blanc no TO

20/11/2021 10h18
Por: Redação
Projeto Carta de Amigos - Divulgação
Projeto Carta de Amigos - Divulgação

Já começa a tomar corpo – e cara e voz – o encontro musical no tempo e no espaço, feito de afeto, memórias e canções: “Carta de Amigos”. Projeto que reúne os cantores e compositores de origens gurupienses Chico Chokolate, Dorivã e João Bolo, e aprovado no edital de Música da Lei Aldir Blanc no Tocantins – realizado pelo Governo do Tocantins, por meio da Adetuc – prevê a gravação de sete músicas autorais e a gravação de dois videoclipes para disponibilização gratuita numa plataforma virtual e uma live de lançamento nas redes sociais em dezembro desse ano. Entre os dias 21 e 25 de novembro, os artistas gravarão as vozes das sete músicas do repertório. Mais informações pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (63) 9 9230-3182.

 

Enquanto esse dia inicial de gravação não chega, os artistas seguem montando as bases das canções, inserindo contrabaixo e percussão, esta sob os dedos ágeis e talentosos de Murilo Pontes, que é filho de Dorivã e atualmente integra a banda musical que acompanha a dupla sertaneja tocantinense Henrique & Juliano. A previsão de gravações das vozes é que estas serão feitas entre os dias 21 e 25 de novembro desse ano, em um estúdio de Gurupi. Nesse ínterim, também serão realizadas as captações de imagens para os dois videoclipes, com o cineasta Hélio Brito, além dos ensaios para a live e execução da mesma.

 

De acordo com a produtora e diretora geral do Projeto, Maura Martins, formada em Administração, com Pós-Graduação em Projetos Sociais e Políticas Públicas, além de vários cursos de aperfeiçoamento no currículo, Carta de Amigos celebra a amizade pessoal e musical de três artistas gurupienses. “O projeto é um encontro de três amigos talentosos que cantam desde a juventude nos quintais e bares de Gurupi, sul do Estado do Tocantins. No transcurso da vida, fizeram carreiras solo e em bandas e ganham seus sustentos da arte. É um trabalho autoral com identidade dos três que o público tocantinense conhece, agora, criando uma identidade do coletivo. Eles viajam no tempo através das canções e transmitem a mensagem ao público que os acompanha há décadas e pretendem conquistar nova plateia”, destaca.

 

Ainda de acordo com Maura Martins, o objetivo do Projeto é alavancar as carreiras desses três grandes artistas, principalmente utilizando esse recurso extra territórios que é a internet. “Tenho a pretensão de colaborar com os músicos para divulgação dos seus trabalhos no Estado e no mundo, uma vez que o material produzido será disponibilizado nas plataformas digitais, podendo ser acessado com facilidade. E de apresentar aos mercados fonográfico e do audiovisual um novo produto autoral e com identidade tocantina”, finalizou a produtora.

 

O repertório do Carta de Amigos é composto das seguintes músicas: Reflexo’s (João Bolo e Antônio Luiz); Cega Paixão (João Bolo e Antônio Luiz); Mister (Dorivã); Guru Cacique (Dorivã); Carta de Amigos (Dorivã, João Bolo e Chico Chokolate); Amizade (Chico Chocolate e Paulo Albuquerque); e Feira de Cá (Dorivã, Chico Chocolate, Ronaldo Teixeira, Paulo Albuquerque, e Antonio Roveroni).

 

Carta de Amigos

O Projeto "Carta de Amigos" visa a gravação de sete canções autorais e inéditas dos artistas tocantinenses, Chico Chokolate, Dorivã e João Bolo e posterior inserção dessas faixas nas plataformas de distribuição digitais de streaming, como forma de dar visibilidade à produção musical genuinamente tocantinense. Prevê ainda a gravação de dois videoclipes com duas canções que servirão como apresentação do trabalho do grupo. O resultado desse trabalho será apresentado ao grande público em live de lançamento, a ser veiculada em canais dos artistas no YouTube, Facebook e Instagram, no início de dezembro.

 

Ficha técnica

Integram o Projeto os seguintes profissionais: Chico Chokolate – compositor e intérprete; Dorivã – compositor e cantor; João Bolo – compositor e intérprete; Paulo Ricardo Teixeira “Batatinha” – produção, direção musical, gravação e cordas; Hélio Brito – produção e direção de videoclipes; e Maura Martins –produção e direção geral.

           

Chico Chokolate

Francisco Pereira de Sousa nasceu em Colmeia (TO). Cantor, compositor e jornalista formado pela Universidade UnirG. Começou sua carreira artística em 1979, em sua cidade natal. Gravou seu primeiro CD solo em 1999, intitulado Roda Magia. Tem diversas participações em coletâneas tocantinenses. Lançou seu segundo CD solo Versátil, com canções autorais e parcerias. Chico Chokolate foi secretário Municipal de Cultura (2009/2012) e presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Gurupi, onde reside atualmente.

 

Dorivã

Dorivã Borges, natural de Cristalândia (TO), residiu por muitos anos em Gurupi, Goiânia (GO) e Palmas. Cantor, compositor, professor e educador social, iniciou sua carreira há mais de 40 anos, tendo participado de várias coletâneas, festivais, seminários, projetos e eventos musicais no Tocantins e em outros Estados. Tem gravados três CDs de sua autoria: “Passarim do Jalapão”, produzido por Carlos Fuchs (RJ); “Taquarulua”, produzido por Luiz Chaffin (GO); “Folia Dourada”, produzido por Jessé Fonseca (TO); e “Passarim num Pé de Serra”, produzido por Manasses (CE); além de um DVD “Passarim do Jalapão”. Atualmente, compõe o grupo de cantores e compositores do Tocantins, que apresentam o show AmazoniCanTOria, composto por: Braguinha Barroso, Dorivã, Genésio Tocantins, Juraíldes da Cruz e Lucimar.

 

João Bolo

João Pinheiro Moreira Neto, ou João Bolo, também nasceu em Cristalândia (TO), começou sua carreira artística na década de 1980 já em Gurupi, quando foi vencedor de vários festivais com suas músicas autorais. Em 1992 lançou seu primeiro disco com canções inéditas de Zé Ramalho, Belchior, Braguinha Barroso e outros, intitulado “Reflexos”. Apresentou em 2019 o espetáculo “Causos e Canções”, dirigido pelo músico e também compositor Chico Chokolate. Já teve participação no projeto Aperitivo Sonoro do Sesc, na Capital. Atualmente segue levando o melhor da MPB para vários estados do Brasil.

Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc (Projeto de Lei 1.075/2020) objetivou aos municípios a possibilidade de gerarem renda mensal emergencial de R$ 600,00 aos trabalhadores do setor, subsídios para a manutenção de espaços artístico-culturais e a promoção de instrumentos como editais e prêmios, entre outros. O montante aplicado pelo Ministério do Turismo por meio da Secretaria Especial da Cultura - mas não utilizado por todos os municípios brasileiros, infelizmente - é algo inédito na história dos investimentos públicos na área da Cultura, além de representar um auxílio extremamente necessário aos agentes da Cultura nesse momento de pandemia. Foram 3 bilhões de reais em recursos para todo o país. Para o Tocantins, o repasse foi de R$ 35.137.985,22 segundo o Governo do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), disponível no link https://adetuc.to.gov.br/noticia/2020/10/7/conselho-de-politica-cultural-discute-edital-estadual--para-acesso-aos-recursos-da-lei-aldir-blanc/.

 

Serviço

O quê: Projeto "Carta de Amigos", de Chico Chokolate, Dorivã e João Bolo, aprovado no edital da Lei Aldir Blanc no TO, iniciará gravações de voz em Gurupi

Como: gravação e disponibilização de sete músicas autorais, dois videoclipes em plataforma virtual com acesso gratuito e uma live de lançamento

Onde: canal dos artistas no YouTube, Facebook e Instagram

Quando: de outubro a dezembro de 2021

Informações: (63) 9 9230-3182 / [email protected]  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.