Música

Jogo de Espelhos, por Matheus Mancine, 4ª música do Projeto Ronaldo Teixeira em Sonoras Parcerias, será lançada no YouTube no dia 25

Projeto prevê a gravação de 10 músicas com cantores tocantinenses

24/11/2021 18h17
Por: Redação
Matheus Mancine - por Glauber Matos
Matheus Mancine - por Glauber Matos

Um rock brazuca com uma pitada meloletrística legionária. Essa poderia ser a definição de “Jogo de Espelhos”, a quarta das 10 músicas que compõem “Ronaldo Teixeira em Sonoras Parcerias”. Composição de Ronaldo Teixeira com Chico Chokolate, e interpretada por Matheus Mancine, artista da nova cena musical palmense, será lançada amanhã, quinta-feira, dia 25 de novembro, a partir das 19h no canal do YouTube, no seguinte endereço https://www.youtube.com/channel/UC9arAtrobrr_iCIY1QMzNGA. Projeto aprovado no Edital de Música da Lei Aldir Blanc no Tocantins, prevê a gravação de músicas autorais inéditas em parcerias e regravar canções também com parceiros com novos intérpretes, contando com grandes nomes da cena musical tocantinense, como Genésio Tocantins, Chico Chokolate, Dorivã, Keila Lipe, entre outros, com disponibilização gratuita das faixas, e ainda um show coletivo de lançamento em dezembro desse ano em Palmas, capital. Mais informações pelo telefone (63) 9 9230-3182 ou pelo e-mail [email protected].

 

Confira, a seguir, uma pequena entrevista com Matheus Mancine:

 

Ronaldo Teixeira – Como artista antenado com o mundo, como você vê a cena musical brasileira, principalmente a tocantinense, nesses tempos de plataformas virtuais e pandemia?

Matheus Mancine – Eu vejo uma cena muito forte se movimentando hoje no Tocantins, na questão da música autoral, principalmente as novas gerações, que andaram um tempo meio parados, mas agora a galera meio que voltou com força. Então, eu acho muito legal esse negócio da rede social, de tudo estar bem mais digital hoje. Tudo está um pouco mais acessível pra gente. Antigamente era superdifícil fazer uma gravação e hoje é super mais fácil, vamos dizer assim, bem mais acessível. A gente pode ter um home studio em casa, coisa que antigamente era bem complicado. E acho que isso é uma das coisas que fez também essa galera trabalhar mais. E um incentivando o outro, um vendo o outro fazer, acho que isso é uma coisa que também incentiva muito.  

 

RT – Como se deu essa parceria com o escritor e poeta Ronaldo Teixeira?

MM – A parceria se deu através de amizades mesmo, que eu acredito que é a chave, a nossa riqueza. Conheci o Ronaldo Teixeira através do Chico Fran, outro queridíssimo, então, assim e sempre rodeados de outros grandes amigos e grandes pessoas. Essa parceria se deu assim por amizade e admiração que eu tenho pelo Ronaldo e por toda essa trupe que anda junto, que trabalha junto e que eu sinto um prazer enorme de estar junto.

 

RT – Como você analisaria a música "Jogo de Espelhos"?

MM – A música é uma porrada. Essa música é forte demais, pode-se dizer assim que é como aquelas letras do Renato Russo (vocalista e letrista da banda Legião Urbana), que jamais irão envelhecer. Passa o tempo e você ouve e tá vendo a mesma coisa acontecer diante dos seus olhos todo dia. Eu acho que é isso. É uma coisa assim, é uma obra de arte, ainda mais com o Chico Chokolate participando, não tinha como não dar uma obra-prima dessa. Ronaldo e Chico Chokolate, só o ouro tocantinense!

 

RT – Quais são os projetos futuros de Matheus Mancine?

MM – É dar continuidade ao nosso projeto autoral que é o 3 Nós, e também bastante continuidade no meu projeto solo, que eu venho lançando e produzindo mesmo, a gente mesmo vem fazendo tudo nesse projeto. Então, a gente sente muito prazer, não só no meu, vimos produzindo projetos de amigos, então, esses também se tornam projetos nossos. Eu tenho trabalhando no DVD do Vitor Valente, tenho trabalhado nas músicas junto com o Diego Vicente que é um superbroder aqui, o Fred Garibaldi também está sempre junto, então, a gente tem uma equipe que se dá bem, que trabalha bem e que a gente tem trabalhado, apesar de que o 3 Nós faz tempo que não solta nada, mas a gente não para de trabalhar, nunca. Se não é no 3 Nós é cada um no seu pessoal, cada um produzindo outra pessoa, ajudando em alguma produção ou projeto. É assim que temos trabalhado e assim que esperamos continuar esses próximos tempos aí, além dos eventos que a gente faz bastante e do som que eu faço praticamente todos os dias lá no Dona Maria Beach.

 

Para Ronaldo Teixeira, “Jogo de Espelhos”, é mais uma das tantas felizes parcerias com Chico Chokolate, foi selecionada no 9º Fesc em Gurupi em 2001 e gravada no CD homônimo com vocais do Hilner, filho do lendário guitarrista Zé Américo (In Memoriam). “Quando pensei esse Projeto, para esse rock brasileiro que tem cara das músicas da Legião Urbana, banda que muito me influenciou na minha juventude, de cara pensei no Matheus Mancine nos vocais. Esse artista, além de polivalente, é um músico de alma, canta e encanta onde se apresenta. Estou feliz demais com o resultado final. Ele deu uma cara atual para essa canção que, mesmo escrita há mais de 20 anos, contém uma mensagem bastante atual”, ressaltou.

 

Ainda de acordo com Teixeira, participam do Projeto, além de Matheus Mancine, Chico Chokolate, Paulo Albuquerque e Genésio Tocantins, participam ainda Dorivã, Mara Rita, Keila Lipe, Diomar Naves, Mayara Peres e João Bolo. O Projeto, além da disponibilização gratuita das músicas, prevê ainda um show de lançamento em Palmas (TO), num local aberto e com acesso gratuito.

 

A seguir, confira a letra da música “Jogo de Espelhos”:

 

Tem certos dias em que amanheço assim / questionando tudo, a origem, meio e fim. / Nossos valores foram trocados / e a moeda já não forja mais só o pão, / mas a fome, a fantasia e a escravidão. / E as notícias que nos chegam pelos telejornais / nunca são as nossas verdadeiras intenções, / foram tiradas do ar e o que nos resta / é o aconchego deste lar de inquietações. / E como se tudo fosse velho com cara de novo, / seguimos nessa fila indiana de tolos / e o que há pra se fazer a não ser repetir o mesmo jogo? / Nossos costumes são negados / a ordem é não ter nada na cabeça / pra deixar pros que virão, / e nesse reino mágico, onde o real e o irreal se entrelaçam / quando todos se abraçam, ninguém sente calor. / Somos famintos de tudo num país tão vegetal / vegetando o que sai da boca e o que nos causa o mal, / e seguimos nessa pátria, despatriada mãe, / que ilude os seus filhos com dúvidas, charadas / e enigmas em terceira dimensão. / Nem sempre o que vejo é o que você vê, / mas tinha que haver um certo equilíbrio / entre a dor e o delírio de ser. / Pois tirando certos vícios e alguns clichês / tínhamos que ser nós mesmos, apesar dos espelhos. / Mesmo sabendo bem no fundo / onde a verdade, rasa, / que não estamos prontos pra nos encararmos.

 

Matheus Mancine

Matheus Mancine começou a se envolver com a música por intermédio de seu pai que lhe ensinou os primeiros acordes. Com 15 anos conquistou o primeiro lugar em um concurso de canto amador na cidade de Guararapes (SP). Nessa mesma época começou a trabalhar na noite por intermédio de seus professores de música, fazendo bailes de casamento, shows em comícios (na época era permitido) e som em festas, eventos e bares. Hoje em dia, o artista tem dado bastante ênfase ao seu trabalho solo, é integrante da banda 3 Nós e do coletivo Cerrado Novo, projetos estes 100% de músicas autorais, e também faz parte da Banda Movin’, que atua no ramo de eventos sociais. Tem conquistado o seu público com um repertório muito amplo e selecionado, clássicos nacionais e internacionais e muita alegria e descontração. Desde um simples voz e violão até shows, festas, bailes com infraestrutura completa. No ano de 2015 foi eleito o melhor intérprete da Mostra Premiada de Música de Palmas (TO). Em 2017 Matheus Mancine participou do primeiro DVD da banda 3 Nós. A banda 3 Nós foi criada em 2016 e é composta por Matheus Mancine no vocal e violão; Frederico Garibaldi, vocal e guitarra; e Diego Vicente, vocal e percussão. O DVD contém 15 faixas com todo o repertório de autoria da banda, com músicas inéditas, diferentes ritmos musicais, como: Pop Rock, MPB, Jazz, Blues e Bolero. O trabalho é bem diversificado e garante agradar todos os estilos musicais. Em 2019 Matheus, juntamente com o 3 Nós, foi selecionado no projeto Start, do produtor musical Dudu Borges, a lançar uma música no canal Análaga, do próprio produtor, um dos mais renomados e premiados produtores do Brasil. Ainda em 2019, com o Cerrado Novo, circulou através do Sesc no projeto Amazônia das Artes pelos estados do: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Piauí, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, quando trocou conhecimentos através de oficinas, conexões e experimentos no palco com os ritmos das respectivas localidades. Atualmente, se prepara para lançar nas plataformas digitais o seu primeiro DVD (Cerrado Novo), gravado em um distrito de Palmas (TO) chamado Taquaruçu. Hoje, além de músico residente no Dona Maria Beach, onde canta todos os dias, também se apresenta em shows e eventos na região Norte do país.

 

Ronaldo Teixeira

Ronaldo Coelho Teixeira, poeta, escritor e jornalista cearense, radicado no Tocantins. Por quatro (04) vezes foi ganhador da Bolsa Maximiano da Matta Teixeira, do Governo do Tocantins (inclusive, o último edital ProCultura, de 2013, ainda não pago pelo Estado), formatando, ele mesmo, todos os projetos literários de sua autoria, como Visuautoretrato, sobre a vida e obra do artista plástico Mauro Cunha (In Memorian), que ficou como suplente (https://central3.to.gov.br/arquivo/276254/) e Agenda Tocantina 2015 (https://central3.to.gov.br/arquivo/276266/); Formatou e emplacou outros projetos em outras áreas para diversos artistas, como de Música, do cantor e compositor Dorivã “Folia Dourada” – Gravação de CD de Música (https://central3.to.gov.br/arquivo/276224/) e também de Chiquinho Chokolate. Formatou o Projeto Meninos do São João, do cantor Dorivã, no edital Itaú/Unicef 2015/2016, que chegou a ser finalista em Goiânia, Goiás. (https://premioitauunicef.cenpec.org.br/finalista-e-semi/11a-edicao-2015-2016-semifinalistas/); formatou o projeto "Feira de Cá - Keila Lipe Interpreta Sucessos Tocantinenses nas Feiras de Palmas", aprovado no Promic 2019; e também o projeto "Chico Fran Entre Amigos", do referido cantor e compositor, aprovado no edital de Música da Lei Aldir Blanc no Tocantins. Realizou, entre abril e agosto deste ano, na capital, o projeto “Circuito Oficineiro – Oficina de Formatação de Projetos Culturais”, aprovado no PromiC 2019 da Prefeitura de Palmas, via Fundação Cultural. Atualmente realiza o projeto “Antologia Tocantina 2021 – José Gomes Sobrinho, aprovado no Edital de Literatura da Lei Aldir Blanc no Tocantins.

 

Participou ativamente do movimento cultural em Gurupi e no Estado do Tocantins, desde à época de Goiás, atuando como conselheiro municipal de Cultura e presidente da Associação de Artes de Gurupi (AAG). Atuou como coordenador de Arte e Cultura na Fundação Cultural de Gurupi e depois Secretaria Municipal de Cultura de Gurupi, entre 2005 e 2012, quando formatava e realizava projetos culturais dos mais diversos, como festivais de música, concursos de poesia, festejos juninos, fóruns municipais e intermunicipais de Cultura. Inclusive, emplacou um financiamento a fundo perdido de 110 mil reais junto ao Governo Federal, para aquisição de equipamentos e instrumentos musicais para a Fundação Cultural de Gurupi em 2010, por meio da plataforma Siconv.

 

Lei Aldir Blanc no Tocantins

A Lei Aldir Blanc (Projeto de Lei 1.075/2020) objetivou aos municípios a possibilidade de gerarem renda mensal emergencial de R$ 600,00 aos trabalhadores do setor, subsídios para a manutenção de espaços artístico-culturais e a promoção de instrumentos como editais e prêmios, entre outros. O montante aplicado pelo Ministério do Turismo por meio da Secretaria Especial da Cultura - mas não utilizado por todos os municípios brasileiros, infelizmente - é algo inédito na história dos investimentos públicos na área da Cultura, além de representar um auxílio extremamente necessário aos agentes da Cultura nesse momento de pandemia. Foram 3 bilhões de reais em recursos para todo o país. Para o Tocantins, o repasse foi de R$ 35.137.985,22 segundo o Governo do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), disponível no link https://adetuc.to.gov.br/noticia/2020/10/7/conselho-de-politica-cultural-discute-edital-estadual--para-acesso-aos-recursos-da-lei-aldir-blanc/.

 

Serviço

O quê: Projeto "Ronaldo Teixeira Em Sonoras Parcerias", lança no YouTube a quarta música “Jogo de Espelhos”, com Matheus Mancine, nesta quinta, 25

Como: realização de gravação e regravação de 10 músicas por 10 intérpretes tocantinenses para disponibilização gratuita numa plataforma musical virtual

Onde: https://www.youtube.com/channel/UC9arAtrobrr_iCIY1QMzNGA

Quando: Produção musical e arranjos – outubro/21; gravação em estúdio – novembro/21; disponibilização das músicas online e show de lançamento em Palmas (TO) – novembro-dezembro/21; prestação de contas – fevereiro/21

Informações: (63) 9 9230-3182 / [email protected]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.