mobilidade

Prefeitura de Gurupi anuncia licitação para concessão de transporte público para fevereiro

A expectativa é que ate junho o serviço já esteja disponível

24/01/2022 18h49
Por: Redação

A Prefeitura de Gurupi, por meio da Agência Gurupiense de Trânsito e Transportes (AMTT), deve publicar o edital de licitação para a concessão da prestação deste serviço no início do mês de fevereiro.

Segundo o presidente da AMTT, Sargento Jenilson, para dar continuidade no processo, que foi iniciado ainda em 2021, a Prefeita Josi Nunes organizou o orçamento e autorizou um aporte financeiro para incentivar a ampla concorrência. “Assim poderemos ter uma empresa de qualidade e com responsabilidade para fazer esse serviço público de forma viável, ininterrupta e que tenha uma tarifa de transporte justa aos nossos cidadãos”, frisou Jenilson.

Ainda segundo o gestor da AMTT, o edital de licitação da concessão deve ser aberto no mês de fevereiro. “E pelo prazo normal das leis de licitações e concessões públicas acreditamos que teremos uma boa concorrência e até junho de 2022 teremos esse novo serviço de qualidade na cidade cumprindo assim o compromisso da gestão Josi Nunes e Gleydson Nato”, ressaltou.

Entenda

Desde março de 2020 a cidade de Gurupi está sem serviço público regular de transporte coletivo de passageiros. Segundo o Sargento Jenilson, a atual gestão iniciou os estudos desde janeiro de 2021 e em março realizou audiências e consultas públicas para a definição do formato da prestação de serviço, que culminou com processo de licitação da concessão iniciado no mês de setembro de 2021.

“Porém não tínhamos conseguido empresas da região interessadas em trabalhar na cidade e em fornecer orçamentos para iniciar a licitação com as propostas de custos do serviço, diante dos desafios da pandemia e também porque os investidores não encontravam viabilidade para iniciar um empreendimento tão importante, e nem tampouco tínhamos previsão orçamentária para ofertamos alguma contrapartida aos investidores e interessados na concessão desse serviço durante o primeiro ano da gestão e com orçamento planejado pela gestão anterior”, explicou o presidente da AMTT, destacando que a continuidade do processo só foi possível com a aprovação do aporte financeiro previsto no orçamento de 2022.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.