Em Gurupi

Projeto cria avaliação exclusiva de aprendizado para fases iniciais da educação infantil

O Projeto ‘Construindo Minha Identidade’ visa avaliar o desempenho de aprendizado e desenvolvimento de habilidades das crianças.

03/05/2022 16h17
Por: Redação

Um projeto com mecanismos para melhor avaliar o desempenho de aprendizado e desenvolvimento de habilidades nas crianças vem sendo colocado em prática pela Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal da Educação. O Projeto ‘Construindo Minha Identidade’ é voltado exclusivamente às fases iniciais da Educação Infantil da rede municipal e se constituiu como uma importante ferramenta, a partir da implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e como alternativa para dar lugar a avaliação escrita que só é aplicada às turmas de ensino fundamental. 

As avaliações de desempenho por relatório tiveram início neste ano letivo de 2022 substituindo um portfólio. “Tudo que acontecia nas aulas ia para esse portfólio. As atividades exitosas, as imagens, e cada foto era acompanhada de uma legenda que devia conter o objeto de conhecimento e a habilidade alcançada. Após serem reunidas todas essas imagens era feito pelo professor, um relatório de toda a aula e este era entregue a coordenação”, lembrou Débora Xavier, coordenadora da Educação Infantil da Secretaria Municipal da Educação de Gurupi (SEMEG).

Foi após essa experiência que a equipe da Diretoria de Gestão Pedagógica da SEMEG criou e colocou em prática o Projeto Construindo Minha Identidade. “Na educação infantil já vínhamos trabalhando o Minha Identidade diariamente e a identidade construída pela criança, adquirida no decorrer do ano já substitui a avaliação de desenvolvimento”, pontuou a coordenadora.

Formações

A coordenadora explica que foram feitas formações para que os professores fossem treinados a trabalhar com a metodologia do projeto, principalmente visando o período com aulas remotas na rede municipal de ensino de Gurupi. “Nessa ocasião o professor fazia o registro do bloco levado pela criança, as atividades do livro didático, as imagens e um relatório de tudo o que havia sido trabalhado como se fosse um planejamento em forma de relatório”, disse Débora.

Ela defende que a mudança da metodologia foi muito eficaz já que antes era exigida uma série de detalhes burocráticos que impediam a clara visualização dos objetivos alcançados. “O cuidado, o zelo com a criança em determinados momentos, fazia com que os profissionais não dispusessem de tempo para fazer todos os registros e o que não queríamos era uma simples montagem de fotos, para atender essa questão mais burocrática sem ter um objetivo específico”, explicou.

Projeto

A expectativa é que com a inserção do projeto nas unidades escolares haja uma substituição, ao longo do desenvolvimento, de outras ferramentas de avaliações como o portfólio e diário de bordo, caderno de registro, sendo uma das metas desburocratizar esse processo. “Agora contamos com o Álbum da Vida onde ficará registrado todo o desenvolvimento da criança, com as atividades, os registros, os relatos dela e da família, a evolução de modo geral e de toda a sua autonomia", ressaltou a coordenadora. 

Com as ações desse projeto educacional do município de Gurupi, o caminhar gradual da criança para o mundo de relações com os outros ocorre de forma divertida. Os espaços dentro das unidades escolares são acolhedores e contam com jogos, brincadeiras, historinhas e experiências como ferramentas para explorar o Eu, o outro e o nós, por meio de gestos e movimentos, traços, sons, cores e formas. A avaliação do desempenho escolar, que neste nível não é feita por nota, leva em conta o acompanhamento e a análise dessa importante fase de desenvolvimento de aprendizado e de habilidades dos alunos.

Esse novo instrumento vai nortear as equipes pedagógicas e a expectativa é colher resultados muito superiores aos obtidos até então. Segundo Débora, o professor vai planejar de forma mais tranquila, sem se preocupar tanto com as imagens, e o relatório será feito uma vez por semestre, tendo sido reduzida a produção desse documento de dez para dois anualmente, deixando de lado a burocracia e dando foco ao aprendizado da criança.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.