saúde do rebanho

Campanha de vacinação contra febre aftosa terá abertura oficial na próxima 6ª

A vacinação teve início no dia 1º e segue até 31 de maio.

04/05/2022 14h33Atualizado há 2 semanas
Por: Redação

Na próxima sexta-feira, 6, às 9h, será realizada a abertura oficial da 1ª etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, que acontecerá na Fazenda Califórnia, que fica a 25 KM de Araguaína, localizada no município de Babaçulandia, na região norte do Estado.  

A campanha teve início no dia 1º e segue até 31 de maio. Nesta etapa houve uma mudança nas estratégias de vacinação. Por isso, deverão ser vacinados apenas os bovinos e bubalinos com até 24 meses de idade. A expectativa da Agência é imunizar cerca de 5 milhões de animais nesta faixa etária.

No último sábado, 30, o Tocantins recebeu a notícia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que a suspensão da vacinação contra a febre aftosa acontecerá a partir de novembro deste ano, portanto, esta será a penúltima etapa de vacinação contra febre aftosa no Estado. “Este é um reconhecimento do trabalho que a Adapec vem desenvolvendo ao longo dos anos e também do compromisso e seriedade dos produtores rurais e de toda a cadeia produtiva de carne do Tocantins, por isso, queremos conclamar a todos os produtores, empresários do setor do agronegócio e autoridades da região norte para prestigiar este evento que será marcante para a história do nosso Estado,” disse o presidente da Adapec, Paulo Lima.

Vacinação

A Adapec reforça que a vacinação e o ato de declaração são obrigatórios e o produtor rural após vacinar o rebanho deve ir ao escritório da Agência do seu município munido da nota fiscal da compra da vacina e preencher a carta-aviso. O prazo para declarar a imunização é até o dia 10 de junho. E vale lembrar que mesmo os produtores rurais que não tenham animais nesta faixa etária da campanha devem fazer o preenchimento da carta-avisa para atualização cadastral.

As doses de vacinas devem ser adquiridas em estabelecimentos agropecuários devidamente cadastrados na Adapec. E para manter a eficácia da vacinação, é recomendado, o cuidado no transporte, armazenamento e utilização da vacina. Estas, devem permanecer na temperatura entre 2°C e 8°C até o momento da aplicação, utilizar agulhas novas e desinfetadas para evitar abcessos no gado, aplicar a dose de 2ml por animal na tábua no pescoço e procurar vacinar nos horários mais frescos do dia, início da manhã ou fim da tarde. A Agência também orienta os pecuaristas a aproveitem o manejo do rebanho e vacinem os animais contra raiva e brucelose.

Dados

O Tocantins possui um rebanho de mais de 10 milhões de bovídeos, distribuídos em 56,4 mil propriedades rurais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.