Em Gurupi

Prefeita Josi Nunes entrega primeira etapa da revitalização da Praça do setor Jardim Sevilha

A Praça conhecida como Universitária agora se chamar Praça Professor Mário Coelho.

14/05/2022 11h23Atualizado há 6 dias
Por: Redação

Uma obra aguardada pelos moradores do setor Jardim Sevilha e bairros circunvizinhos foi entregue no fim da tarde desta sexta-feira, 13. A revitalização da Praça Universitária, que agora passa a se chamar Praça Professor Mário Coelho. 

O local, que é conhecido por ser frequentado por acadêmicos da Universidade Federal do Tocantins (UFT), e Instituto Federal do Tocantins (IFTO), que possuem Campus nas proximidades, agora está totalmente revitalizado. O espaço que tinha apenas terra agora conta com iluminação de Led, bancos e lixeiras de material plástico e madeira de alta durabilidade, calçadas de concreto para a prática de caminhada, além de playground de 104 m² para as crianças.

A prefeita Josi Nunes disse que os alunos das universidades e moradores do bairro já usavam o local como ponto de encontro, mas era um espaço sem estrutura e agora os encontros podem acontecer de forma mais cômoda. “Queremos que aqui seja um ponto de encontro dos amigos e famílias, de trocas de experiências”, disse a prefeita, que pontuou que falta a segunda etapa desta obra.

Parceria

Para a realização da obra foram investidos, no total, cerca de R$ 200 mil, sendo que R$ 170 mil foram recursos próprios do município e o restante fruto de parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), e o Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi). A Secretaria Municipal de Infraestrutura esteve à frente dos serviços, com o apoio de outras secretarias e órgãos municipais que uniram esforços para concretizar a revitalização da praça.

“A ideia é que a praça seja um ambiente de convivência entre os moradores ao redor, já que tem vários pontos comerciais, supermercados e até restaurantes na região. Toda a população da área será beneficiada com a instalação da praça. E algo muito interessante é que a população nos procurou para agradecer dizendo que há mais de 30 anos esperava por este benefício”, explicou Elvan Leão, Secretário Municipal de Infraestrutura.

Satisfação

Moradores da região, comerciantes e universitários foram unânimes em mostrar satisfação com a transformação do local. “Sou frequentador assíduo da praça e fiquei muito feliz. Só tenho que agradecer a prefeitura por essa reestruturação e agora vamos usufruir de uma praça bem bonita”, disse o biomédico Francisco Lucio. “Ficou ótimo para trazer as crianças no final da tarde, gostei de ver”, relatou o motorista Paulo Cesar da Silva, que mora na rua da praça.

“Para nós acadêmicos, ficou uma maravilha, porque sempre nos encontramos aqui, mas agora está um espaço bem mais agradável”, relatou o estudante Matheus Reis.

Playground Parque Mutuca

Antes da entrega da praça, a Prefeita Josi Nunes também entregou o playground infantil que foi instalado no Parque Mutuca, também fruto de recurso do tesouro municipal. É uma das metas da gestão municipal padronizar todas as praças de Gurupi com playground infantil com grama sintética.

Homenageado

 

A Praça Universitária recebe o nome do Professor Mário Coelho, uma homenagem ao ex-diretor da então Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi (Fafich), hoje Universidade de Gurupi – UnirG.

Nascido na cidade de Riachão, sul do Estado do Maranhão, no dia 15 de maio de 1947, Mário Coelho da Silva teve sua história marcada pelo amor a Deus, à sua família e à educação. Na década de 60, mudou-se para Goiânia-GO. Já casado e pai de dois filhos, graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Goiás.

Em 1986, a convite do então prefeito de Gurupi, Jacinto Nunes, regressou ao norte de Goiás para ajudar a fundar e dirigir a primeira faculdade da região, a tão sonhada Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi - FAFICH. A partir de então, dedicou todo seu esforço em fazer com que Gurupi tivesse seus cursos superiores aprovados e reconhecidos pelo Ministério de Educação - MEC, ainda que isso lhe custasse estar longe da sua esposa e de seus filhos.

Na década de 90, ao lado de seus colegas que dirigiram a FAFICH, venceu uma de suas maiores batalhas ao conseguir o reconhecimento dos cursos de Direito, Pedagogia, Administração de Empresas e Ciências Contábeis junto ao MEC.

Depois iniciou o Curso de Mestrado em Direito Constitucional na Universidade de Marília, em São Paulo. Prestes a finalizar a sua dissertação de mestrado, com apenas 51 anos de idade, Mário Coelho faleceu num acidente automobilístico em junho de 1998, mas deixou um legado de amor à Educação.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.