religiosidade

Segunda noite do Capital da Fé emociona e atrai centenas de fiéis

O Padre Fábio falou sobre o amor ao próximo e a si mesmo e do amor que Deus tem pelo ser humano

19/02/2023 12h07
Por: Redação

A emoção de retornar aos palcos do Palmas Capital da Fé e reencontrar o público no primeiro Carnaval Cristão pós-pandemia do coronavírus foi o sentimento comum aos artistas que se apresentaram na segunda noite do evento, realizada neste sábado, 18. Padre Fábio de Melo, banda Rosa de Saron, Padre Geraldinho e Bekão e banda foram os responsáveis por animar a noite. Além da emoção, eles também compartilham a opinião de que o Capital da Fé é uma alternativa neste tempo de festa secular, que além da diversão, ajuda a edificar espiritualmente o ser humano. 

A prefeita Cinthia Ribeiro também festejou bastante a segunda noite do Palmas Capital da Fé. Ela agradeceu a Deus a oportunidade de realizar o evento de forma tão completa. Acompanhada do esposo, deputado Eduardo Mantoan, do presidente da Agência de Turismo de Palmas (Agtur), Tom Lyra e demais autoridades, ela anunciou a apresentação da  banda Rosa de Saron e deixou uma mensagem de fé e alegria.

"Para honra e glória de Deus, nós retomamos o Capital da Fé, presencialmente. Estamos aqui para louvar e agradecer ao Senhor pela vida de cada um de vocês. Levar a palavra de Deus às pessoas é muito importante,” ao encerrar sua fala, a prefeita orou o Pai Nosso, ao lado de milhares de fiéis.

O Padre Fábio falou sobre o amor ao próximo e a si mesmo e do amor que Deus tem pelo ser humano. “É mais uma prova do amor de Deus poder aproveitar o Carnaval para espiritualizar o coração e a mente, e lembrar a cada um sobre como Deus nos ama, Nesta Festa não tem um indício de violência e isso é muito louvável”, destacou.

Os músicos da Rosa de Saron também exaltaram a possibilidade de evangelizar no Carnaval. “É um presente para a gente saber que Deus sempre encontra lugar no coração das pessoas. E é muito positivo a gente poder se reunir, falar sobre Deus, com os corações alegres e ouvir o que Ele tem para nós”, avaliou Bruno Faglione, vocalista da banda Rosa de Saron.

Padre Geraldinho lembrou que a festa deve ser vivida com equilíbrio. “É uma oportunidade de trazer uma mensagem positiva, de paz e amor. É também uma oportunidade de uma festa com mais equilíbrio para todas as pessoas”.

Bekão disse que a intenção foi contagiar a todos com o amor de Deus. “Hoje é um novo tempo, é uma virada. Viemos aqui com o intuito de contagiar o Capital da Fé com essa alegria, que vem do coração de Deus”.

E foi este mesmo sentimento de alegria saudável que o público expressou, ao acompanhar as músicas e pregação de cada artista. O religioso da comunidade Sementes do Verbo, irmão Samuel, 26 anos, disse que: "O evento é um testemunho muito importante para avivar a fé da comunidade".

Já o casal João Messias, 57 anos, e Zeira Messias, 47 anos (ele vendedor, ela professora) disse que a festa toda estava irretocável, desde a estrutura, até a escolha das atrações. "Antes de vir pra cá passamos na missa e agora esse evento. Tudo maravilhoso", avaliou João Messias.

Outro setor que também comemorou foi o da economia de microempreendedores. A microempresária, Fernanda Lopes Tavares contou que este é seu primeiro ano no Capital da Fé, mas já faz planos para as próximas edições. "Uma festa muito boa, com boa estrutura e ótimas condições para comércio. Quero participar sempre", afirmou Fernanda.

Marciel José Nogueira, também pela primeira vez no Carnaval Cristão, foi só elogios para a iniciativa da Prefeitura. " Essas festas ajudam muito a gente organizar as finanças, deixar as contas em dia e até investir em melhores equipamentos ", disse Nogueira.

Segundo informou o presidente da Agtur, Tom Lyra, o Capital da Fé é uma alternativa pensada para a família palmense neste período de Carnaval. "São 53 pequenos comércios, parque de diversão, espaço amplo e muitos shows de artistas evangélicos e católicos", enumerou Lyra.

Ele acrescenta que o Capital da Fé gera em torno de 180 postos de trabalho temporários. E que a estrutura de Taquaruçu emprega cerca de 90 pessoas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Gurupi, TO
Atualizado às 00h04
22°
Parcialmente nublado Máxima: 35° - Mínima: 18°
21°

Sensação

1.91 km/h

Vento

38%

Umidade

Anúncio
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
CLINICA
FÉCOMERCIO 2
Mais lidas
FECOMERCIO 01
Anúncio