Informe especial

CORONAVÍRUS: Sem serviço de Home Care, Brasil precisaria de mais de 16 mil leitos

04/05/2020 20h57
Por: Redação
125

 

Não é de hoje que as empresas que oferecem serviço de Home Care vêm se mostrando fundamental  no apoio à manutenção do sistema de saúde. Agora, devido à pandemia do novo coronavírus, ficou ainda mais evidente a importância do serviço como um braço essencial na busca de soluções de enfrentamento à COVID-19. 

 

O fato é que mais de 16 mil leitos seriam necessários em todo Brasil, caso o setor de Atenção Domiciliar à Saúde (Home Care) não existisse. Esse número foi apontado pelo Censo da modalidade realizado em 2018 pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas/USP)  e, portanto, pode ser ainda maior em 2020. 

 

“Estamos enfrentando uma situação nova e muito delicada. Já tivemos acesso a dados que apontam que se não existisse Home Care no Brasil , seriam necessários cerca de 16.228 leitos adicionais ao ano para que a rede hospitalar absorvesse toda demanda de pacientes atendidos hoje. Esses números demostram a importância do setor, principalmente se considerarmos recursos físicos e humanos”, detalhou Mario Rufone, sócio diretor da empresa Home Care Renascer.

 

“A empresa atende e já atendeu pacientes em domicílio em diversas regiões do Tocantins oferecendo  folga de leitos em unidades hospitalares. Apenas com esse exemplo podemos comprovar a relevância desse serviço, em tempos tão difíceis onde leitos hospitalares são fundamentais para manutenção da vida”, destacou Mario Rufone. 

 

Nos últimos anos, o setor tem sido fundamental para a sustentabilidade do sistema de saúde, uma vez que com o atendimento domiciliar acontece a liberação de leitos hospitalares e a diminuição das filas de atendimento.

 

Com informações: saudebusiness.com

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.