BANNER GURUPI
Política

Tocantins registra saldo positivo de 1.202 postos de emprego em junho

A construção civil é a grande responsável por alavancar os empregos, 818 postos foram abertos na área.

31/07/2020 15h02Atualizado há 1 semana
Por: Redação
71

De acordo com os dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) foram admitidos, em junho de 2020, no Tocantins 4.709 trabalhadores e desligados 3.507 o que conferiu um saldo positivo de 1.202 empregos.

Em comparação ao mês anterior, houve um acréscimo de 30,19% em número de admitidos e uma diminuição de 10,03%, no número de desligados. Para a gerente do Observatório do Trabalho no Tocantins, Willany Bezerra, a reação nas contratações se deve principalmente ao setor da construção civil, mas ela também ressalta a reabertura do comércio nas principais cidades do Estado como um dos motivos: “Historicamente esse é um período do ano em que a construção civil contrata muitos trabalhadores e mesmo com a pandemia essa realidade se confirmou, mas também é importante ressaltar a reabertura do comércio nesse aquecimento das contratações no Estado”, explica a gerente.

 Setores que mais empregaram

Os dados do Caged revelam que a construção civil fechou o mês de junho com saldo positivo de 818 postos de trabalho, seguido do setor de informação, comunicação e atividade financeira, imobiliária, profissionais e administrativas com saldo positivo de 341 postos abertos e em seguida o setor de serviços com saldo de 306 postos abertos.

 Dados de Palmas

Em Palmas, no mês de junho, o número de admitidos pelo mercado de trabalho foi de 1.808 pessoas, os desligamentos foram 1.474 e o saldo de empregos ficou positivo em 334 postos. Percentualmente o acréscimo nas contratações foi de 73,18% e o número de desligamentos caiu em – 29,37%, ambos comparados com o mês anterior.

Na capital os setores da economia que mais empregaram foram informação, comunicação e atividade financeira, imobiliária, profissionais e administrativas com saldo positivo de 304 postos abertos, construção civil com saldo positivo de 161 postos abertos e Serviços com saldo positivo de 146 postos abertos.

A gerente do Observatório do Trabalho, Willany Bezerra, ressalta o empenho do Governo do Tocantins, por meio do Sine, para manter os postos de emprego no estado: “É fundamental, em momentos de crise como o que estamos vivendo, apoiar o trabalhador que perdeu o emprego com os benefícios sociais que ele tem direito, como o seguro desemprego, mas também mostrar que o mercado se remodela e apresenta oportunidades diferentes e podemos nos adaptar a esse movimento e buscar novas colocações”, sugere a gerente.

O Sine Tocantins está atendendo a população do estado por meio dos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, mas também por telefone e e-mail desde a suspensão do atendimento presencial em 20 de março devido a pandemia do Novo Coronavírus.

 Passo a passo dos serviços

 Os trabalhadores interessados em concorrer às vagas disponíveis diariamente no Sine podem se autoencaminhar pelo Aplicativo Sine Fácil seguindo o passo a passo  https://setas.to.gov.br/trabalho/passo-a-passo-aplicativo-sine-facil.

Quando não for possível imprimir a carta de encaminhamento pelo aplicativo a o trabalhador deve entrar em contato pelos telefones listados abaixo e a carta será enviada por e-mail.

Para acessar o seguro desemprego e solicitar a carteira de trabalho o passo a passo está disponível em https://setas.to.gov.br/noticia/2020/5/14/governo-cria-novo-canal-para-solucionar-divergencias-no-aplicativo-do-seguro--desemprego/

 Telefones de contato dos Sines

Os trabalhadores interessados em pesquisar vagas de emprego, atualizar seus cadastros, e serem encaminhados para empresas que precisam contratar, podem fazê-los também pelos telefones disponíveis em cada unidade do Sine:

Palmas e Taquaralto: 3218-1960 e 3218-1957

Araguaína: 3414-3634

Araguatins:- 3474 -1100

Paraíso: 3602-3340

Porto Nacional: 3363-2717

Guaraí: 3464-1710

Dianópolis: 3692-1628

Gurupi: 3351- 2477

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.